Noite

Hoje eu não vi o sol nascer.
Talvez ele não tenha nascido apenas para mim.
Eu não ouvi os pássaros,
Eu não senti a brisa esvoaçar-me os cabelos,
Eu não senti o puro aroma das flores.
Hoje havia um céu cor de cinza
Bem acima de minha cabeça
E uma leve chuva despertava no anoitecer
O cheiro de terra molhada.
Lá fora, a vida
O vento
Eu na janela,
Não via nada acontecer.
Pararia o tempo, se pudesse
Mas hoje não havia tempo
Não havia mais estrelas e nem lua
Eu não sentia as lágrimas que rolavam em minha face
Estava perdida em outro tempo,
Sentia teus carinhos,
Teu cheiro, teus beijos, teu corpo.
Pararia o tempo, se pudesse
Mas a noite que precisava
Estava longe demais de mim
A noite que eu queria
É a noite que te traz,
E a mesma que te leva.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s